• SINDEPRESTEM e FENASERHTT recebem amigos e parceiros em Almoço de Confraternização
  • FENASERHTT E SINDEPRESTEM comemoram mudança na cobrança de PIS e COFINS no Trabalho Temporário
  • Contratação de empresa de Trabalho Temporário gera crédito de PIS E COFINS - Posicionamento Receita Federal
  • REFORMA TRABALHISTA – LEI N. 13.467/17 - Com a Reforma Trabalhista em vigor, atenção para estas orientações
  • Jornal Fenaserhtt
  • Sindeprestem patrocina 37º FÓRUM GERH
  • BRASIL RETOMA POTENCIAL DE INVESTIMENTO COM NOVAS LEIS TRABALHISTAS
  • SETOR DE SERVIÇOS ALERTA CASA CIVIL E MINISTÉRIO DO TRABALHO  PARA INTERFERÊNCIAS NA REFORMA TRABALHISTA
  • FENASERHTT diz ser contra MP da Reforma Trabalhista em Audiência com Ministro Ronaldo Nogueira
  • comunicado_vander
  • fórum cebrasse
  • Wec50anos
  • DECISÃO FAVORÁVEL : FENASERHTT CONSEGUE EXCLUSÃO DO ISS DA BASE DE CÁLCULO DE PIS/COFINS
  • 2910x450 Banner Bombeiro Civil Cartilha Sindeprestem
  • Sindeprestem Institucional
  • Benefício Social Familiar
  • 26anos Novo

02/08/2017 | FENASERHTT diz ser contra MP da Reforma Trabalhista em Audiência com Ministro Ronaldo Nogueira

Lideranças do setor de serviços estiveram em Brasília na tarde de ontem (1º de agosto)

O ministro do Trabalho Ronaldo Nogueira recebeu na tarde de 1º de agosto em seu gabinete em Brasília, além da Fenaserhtt, representantes da Cebrasse, do Seac-SP e do Sindeepres. Preocupado com o acordo firmado entre o Palácio do Planalto e os senadores, que prevê Medida Provisória alterando pontos da reforma trabalhista sancionada recentemente, o grupo apresentou o posicionamento de cada entidade ao ministro.

Vander Morales, presidente da Fenaserhtt e do Sindeprestem, disse que o setor de Serviços tem receio das mudanças que poderão ocorrer: “Não queremos que haja qualquer retrocesso no que foi aprovado. O mercado absorveu rápido e muito bem as propostas de modernização e já começa a reagir. A MP não pode pôr fim ao otimismo que está surgindo”.

 Nogueira aconselhou os empresários a desconsiderar textos recebidos como versão parcial da Medida Provisória, pois se referem apenas a propostas enviadas por diversos setores. O ministro lembrou ainda o compromisso do presidente Michel Temer de garantir a sobrevivência dos sindicatos. “Os setores não serão surpreendidos com uma proposta que vai desconfigurar o texto aprovado pelo Congresso”.

Participaram da reunião: o jornalista e consultor político Gaudêncio Torquato; o vice-presidente da Cebrasse, Ermínio Lima Neto; o assessor especial do Sindeepres, Amâncio Baker; a consultora jurídica Zilmara Alencar e o presidente do Sindeepres, Genival Beserra Leite.

Com informações de Carla Passos, assessoria de imprensa do dep. federal Laércio Oliveira.

 

Home Logo01
Home Logo02
Home Logo03
Home Logo04
Catho
Up Plan Logo 02